Dúvidas

Destaque (159)

A Odontologia moderna tem se preocupado cada vez mais com o estado geral de saúde dos pacientes, e não somente com as condições bucais. Isto porque vários estudos científicos realizados nos últimos anos têm comprovado uma relação importante entre a saúde oral e a saúde sistêmica do indivíduo, ou seja: a presença de doenças orais pode influenciar em outras partes do corpo, e vice-versa. A medicina periodontal consiste no estudo da relação entre as doenças periodontais e certas condições sistêmicas.

A palavra periodontal significa “ao redor do dente”. Este tipo de doença acomete os tecidos que suportam o dente na boca. Ela pode atingir um ou vários dentes, tem origem bacteriana infecciosa, sendo as mais conhecidas a gengivite e a periodontite, que são causadas pelo acúmulo de biofilme, placa bacteriana e tártaro, provocando uma inflamação que se reflete clinicamente como sangramento gengival. Esta gengiva doente se torna avermelhada, inchada e sangra com facilidade. Em geral os pacientes não sentem dor e por isso não demonstram tanta importância. Quando não tratada, a gengivite pode evoluir para a periodontite, que é caracterizada pela perda de tecido ósseo que suporta o dente, e daí para uma série de complicações, tais como: mobilidade, abscessos e até a perda do elemento dentário.

O principal fator que correlaciona a doença bucal com o estado geral de saúde é a presença de inflamação crônica de longa duração e o grau de patogenicidade das bactérias envolvidas. Sabe-se que as doenças periodontais têm relação com desordens cardiovasculares, diabetes mellitus, osteoporose, infecção do trato respiratório, partos prematuros, colesterol entre outras condições sistêmicas.

Por isso é tão importante a abordagem multidisciplinar, onde cada profissional executa a sua área, porém, enxerga o paciente como um todo, indicando e interagindo entre si, trocando conhecimentos, buscando tratamentos mais completos para o restabelecimento da saúde e bem estar dos pacientes.

“Nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos”, destaca Dra. Adriana Gato.

A Uniodonto Amapá definiu os seus Conselhos Fiscal e Técnico. Os novos conselheiros foram eleitos em Assembleia Geral Ordinária, realizada na noite de quinta-feira (28).

Para os próximos 4 anos, o Conselho Técnico será composto pelos titulares: Dra. Janete Carvalho, Dr. José Brabo, e Dra. Ana Celene. Os suplentes são as Dras. Beatriz Oliveira e Lidoina Moura.

Já o Conselho Fiscal, que vai monitorar as contas da entidade por um ano, ficou composto pelos cooperados efetivos: Dr. Nelson Benjamin, Dr. Aldriney Trindade e Dra. Josiane Uchoa. Eles terão como suplentes: Dr. Marcelo Albuquerque e a Dra. Eliete Borges.

Para o vice-presidente da Uniodonto, Dr. Marco Ferraro, a organização com que a cooperativa atua tem proporcionado o crescimento da entidade em todo o Estado.

“De 2014 a 2018, tivemos um crescimento de 15,2% na adesão ao plano Uniodonto, ou seja, mesmo durante o período em o que a economia nacional e do Estado estavam em crise, nós avançamos. Agora estamos nos preparando para avançar muito mais”, analisou Ferraro.

Ainda na mesma assembleia, a diretoria apresentou o plano de trabalho previsto no Planejamento Estratégico para o ano de 2019 e o texto revisado do Estatuto Social da entidade. Também foram votados e aprovados relatórios de gestão, administrativo e contábil, além da aprovação das contas do exercício 2018.

Leia e responda: Quando você compra creme dental e tira o tubo da embalagem, o que faz com a caixa?

Se você respondeu “jogo fora”, então não se deu conta de que, mesmo sem intenção, está ajudando aumentar a produção de lixo desnecessário na cidade.

Mas, caso tenha se sensibilizado com a situação, precisa conhecer e aderir à Campanha “Pasta Sem Caixa”, que visa acabar com o problema, não só no Amapá, mas em todo o Brasil.

A campanha é uma parceria entre a Uniodonto Amapá e a Organização Não Governamental (ONG) Turma do Bem, que coordena voluntários do projeto Dentistas do Bem. Os organizadores estão planejando um grande evento para apresentar à campanha à sociedade.

A união entre as duas instituições para acabar com o lixo das caixas de creme dental nasceu do anseio da odontóloga cooperada, Dra. Daiz Nunes, em dar solução para o lixo desnecessário das caixas de papel de creme dental, principalmente em situações como as de Macapá, onde o serviço público de coleta ainda não é seletivo.

“Quase ninguém lê as informações que estão na caixa, leem apenas a propaganda e, no máximo, a quantidade do produto, informações que já estão no próprio tubo. Às vezes, a caixa atrai porque ela é bonita, porque vem com um brilho, mas ela só serve pra fazer lixo”, afirmou a idealizadora da campanha.

De acordo com a Dra. Daiz, o Amapá será o primeiro Estado brasileiro a fomentar a campanha. “Já tem uma parecida em início na Europa e nós queremos começar aqui, na Amazônia”, reforça.

O grande objetivo é fomentar as empresas da indústria odontológica a cessar a fabricação das caixas de creme dental, assim, passando a vender somente o tubo de pasta. Na análise da Dra. Daiz, a medida pode reduzir os custos do produto, que possui uma das maiores cargas tributárias do país: 40% em impostos.

Inicialmente, os organizadores querem que a campanha ganhe popularidade para atingir a força necessária para promover uma petição pública, que deverá ser validada com assinaturas virtuais.

“O profissional de saúde precisa estar comprometido com o meio ambiente, e o odontólogo como profissional de saúde que é, precisa assumir a sua responsabilidade. Mas, queremos que todos participem, não somente os odontólogos de todo país, mas a população brasileira”, convoca.

A campanha será divulgada primeiramente no site da Uniodonto e, em seguida, ganhará as redes sociais, faculdades de odontologia. Os organizadores também devem ir em busca de apoiadores no poder público.

“Queremos declarações de apoio da Câmara Municipal, dos órgãos de Meio Ambiente, do Governo do Estado, Assembleia Legislativa, para nos ajudar a pressionar a indústria odontológica a não produzir mais caixa de creme dental”, explicou a Dra. Daiz.

As metas a serem alcançadas, os novos desafios a superar e as principais ações para o próximo ano começaram a ser traçados pela Uniodonto Amapá. A entidade reuniu os cooperados nesta quinta-feira, 20, na sede da cooperativa, para construir o Planejamento Estratégico 2019.

Pela quinta vez, o mediador do encontro foi o especialista em moderação Gabriel Pesce, que, desta vez, procurou focar no aprimoramento do ciclo do planejamento e execução. “Vamos planejar 2019, mas vamos também focar naquilo que foi planejado em 2018, mas não foi executado e continua valendo para o ano que vem”, explicou.

Para ele, é necessário que se tenha um grupo gestor para acompanhar a execução de tudo que foi planejado no encontro. “Vamos identificar as pessoas que podem compor esse grupo com perfil para fazer, inclusive, a reorientação, pois, caso se tenha uma mudança de cenário, esse grupo é que será responsável e apto a redefinir novas ações para as mudanças que se fizerem necessárias”.

A presidente da Uniodonto Amapá, Dra. Ana Valéria Silva, destacou que é esta organização planejada e participativa que levou a cooperativa ao patamar de melhor plano odontológico do país.

“Foi exatamente seguindo um planejamento, com estratégias construídas com a participação e o comprometimento dos nossos cooperados. É um caminho seguro que estamos traçando para tornar a Uniodonto Amapá cada vez mais eficiente, com serviço que qualidade a oferecer aos nossos beneficiários”, evidenciou Dra. Ana Valéria.

Em 2018, a cooperativa promoveu a reformulação do Estatuto Social, que define o funcionamento da cooperativa em itens como eleições, área de abrangência e atuação, entre outras ações.

O mundo do Cooperativismo é amplo e no Amapá essa vertente tem aguçado a curiosidade de muitos acadêmicos que procuram se aprofundar nos ramos cooperativistas. Um belo exemplo é a Faculdade IMMES que tem compartilhado com os alunos conhecimento e o funcionamento das Cooperativas no Estado.

Na manhã desta quarta-feira, 28, acompanhados da professora Solange Perelano; e da Gerente de Cooperativas do Sistema OCB-AP, Naiane Videira; os acadêmicos Jackson Barbosa e Sandryuany Moraes; foram recebidos pela Diretoria da Uniodonto Amapá.

Durante o encontro os acadêmicos do curso de Administração puderam conhecer um pouco da Cooperativa Odontológica que se tornou referência em todo Estado.

"É gratificante poder compartilhar nossa experiência, e até mesmo, servir de exemplo dentro da Faculdades. Precisamos disseminar as boas práticas e fortalecer o Cooperativismo no Amapá", destacou a presidente da Uniodonto Amapá, Dra. Ana Valéria Silva.

Quinta, 01 Novembro 2018 14:23

A prevenção é o melhor remédio!

Escrito por
Quinta, 25 Outubro 2018 12:48

Parabéns Dentistas

Escrito por

Construímos uma cooperativa forte e de excelência. Esse caminho foi trilhado com o esforço e muito trabalho de nossos cooperados que carregam em si o dom de cuidar, tratar e trazer de volta o que temos de mais encantador: o sorriso!

Hoje, dia 25 de outubro, queremos parabenizar, mas acima de tudo, ver o melhor sorriso daqueles que utilizam de suas técnicas e conhecimento a arte da Odontologia.

Parabéns à todos os Dentistas que integram a Uniodonto Amapá!

Diretoria Executiva Uniodonto Amapá

Sexta, 05 Outubro 2018 14:19

Abrace essa causa!

Escrito por

A mais forte marca do cooperativismo no Amapá, a Uniodonto, realizou a sua primeira Assembleia Geral após completar 21 anos de atuação no Estado. O tema da pauta foi um dos principais itens do Planejamento Estratégico definido pela diretoria da entidade para 2018: a reformulação do Estatuto Social, que define o funcionamento da cooperativa em itens como eleições, área de abrangência e atuação, entre outras ações.

A presidente da Uniodonto, Dra. Ana Valéria da Silva, que recentemente foi reconduzida para mais quatro anos à frente da entidade, enfatizou que a leitura e análise da nova proposta para o estatuto é importante para garantir a autonomia de funcionamento.

“Anualmente nós fazemos o nosso Planejamento Estratégico e um dos itens deste ano, era a reformulação do estatuto social da cooperativa, que precisa ser modernizado, pois a Uniodonto chegou num patamar recorde de beneficiários e a demanda no Amapá é muito emergente. Hoje nós começamos algumas alterações. A Assembleia Geral é soberana, por isso, convocamos os cooperados para que, juntos, todos nós decidamos”, explicou a presidente.

O novo texto do estatuto apresentado durante a Assembleia Geral foi examinado pela OCB/AP, que fez sugestões no âmbito legal. Com as contribuições, a nova redação foi analisada pelos cooperados na sessão. Eles debateram fizeram novas contribuições.

Aniversário

No último dia 23 de setembro a Uniodonto completou 21 anos de atuação no Amapá, festejando a marca do maior número de beneficiários de sua história: 24.321 amapaenses com o melhor plano de saúde bucal do país.

A Dra. Ana Valéria voltou a destacar a evolução da Uniodonto. “É notório aos olhos da sociedade amapaense o crescimento. Foi um sonho que começou lá atrás, com 23 odontólogos e se concretizou. Hoje, nós somos aproximadamente 80 cooperados. A Uniodonto é uma cooperativa que conseguiu se manter nos piores momentos em que o nosso país atravessou, momentos de crise econômica, e nos mantivemos e até crescemos”, destacou a presidente.

A cooperativa odontológica Uniodonto Amapá foi fundada no dia 23 de setembro de 1997, durante assembleia realizada no auditório do CRO (Conselho Regional de Odontologia), em Macapá. No encontro, foi discutido, votado e aprovado o Estatuto, eleição da diretoria e pedidos de filiação à Federação das Uniodontos das Regiões Norte-Nordeste do Brasil.

 

A Uniodonto Amapá completou 21 anos de atuação, consolidada como a mais forte cooperativa do Estado. A marca Uniodonto atingiu o maior número de beneficiários de sua história: 24.321 amapaenses com o melhor plano de saúde bucal do país.

"Quanto orgulho tenho dessa marca e de todo trabalho prestado. Uma trajetória de sucesso, mas acima de tudo de muita dedicação de profissionais comprometidos e que amam a odontologia", destacou Dr. Marco Ferraro, vice-presidente da Uniodonto.

A presidente da Uniodonto, Dra. Ana Valéria da Silva, que recentemente foi reconduzida para mais quatro anos à frente da cooperativa, destaca o notório crescimento nos últimos anos.

“Consolidamos a marca Uniodonto no Amapá. A Uniodonto é a melhor operadora de planos odontológicos do Brasil, e, no Amapá, tem mais de 20 anos de atuação. Tenho muito orgulho de fazer parte de um grupo de profissionais que se diferenciam no mercado e que tem colaboradores dedicados. O resultado de toda essa entrega só poderia ser o sucesso que a Uniodonto atingiu”, avalia a presidente.

A odontóloga Dra. Adriana Gato também tem páginas nos capítulos da história da Uniodonto. Ela é cooperada há 12 anos, tempo em que ajudou no desenvolvimento da entidade, que cresceu mesmo no recente período adverso da economia brasileira.

“É muito gratificante você trabalhar com colegas que a gente conhece a competência e a ética. Somos uma grande família unida, esse é o segredo do crescimento da nossa cooperativa. Mesmo em meia às crises que o Brasil passou, nós conseguimos nos manter firmes, sustentável, sempre com um objetivo: proporcionar saúde bucal para a população amapaense. É uma grande honra fazer parte dessa família, que é referência de profissionais que oferecem o melhor em odontologia no mundo aqui nosso Estado”, destaca a Dra. Adriana Gato.

“Integrar a Uniodonto é uma honra. Trabalhamos incansavelmente pra oferecer o melhor serviço”, complementou Rubens Portal, diretor Financeiro da Uniodonto.

Para festejar o aniversário e os números positivos, os 70 odontólogos cooperados e 21 colaboradores vão se reunir durante a Assembleia Geral para avaliar o patamar e começar o planejamento para novos passos, e em seguida, será servido um jantar de confraternização.

História

A cooperativa odontológica Uniodonto Amapá foi fundada no dia 23 de setembro de 1997, durante assembleia realizada no auditório do CRO (Conselho Regional de Odontologia), em Macapá. No encontro, foi discutido, votado e aprovado o Estatuto, eleição da diretoria e pedidos de filiação à Federação das Uniodontos das Regiões Norte-Nordeste do Brasil.

Página 1 de 12


 

1. QUEM PODE CONTRATAR O PLANO?
O contratante responsável sempre deverá ser de maior idade, 18 anos ou mais. No caso de menores de idade como titular do plano, há necessidade de um responsável financeiro, mesmo que este responsável não tenha interesse no plano odontológico.

2. POSSO INCLUIR DEPENDENTES NO PLANO FAMILIAR?
Sim, você poderá contratar para o titular e seus respectivos dependentes legais. Para inclusões em períodos posteriores à contratação, o Contratante poderá optar pela inclusão direto na Central de Atendimento.

3. POSSO CONTRATAR O PLANO PARA QUALQUER PESSOA (PAI, MÃE, IRMÃO, PRIMO ETC .)?
Sim, você pode contratar considerando outra pessoa como titular do plano, poderão entrar como dependentes aqueles que possuam vínculo familiar com relação de dependência com o titular. Caso as pessoas não possuam esse vínculo, deverá ser feito um contrato individual para cada pessoa.

4. PAGAREI ALGO A MAIS PARA O DENTISTA POR UTILIZAR O PLANO DA UNIODONTO AMAPÁ?
Para todos os procedimentos cobertos pelo plano, não há coparticipação, o beneficiário (titular e/ou dependente) não pagará nenhum valor adicional ao dentista da rede credenciada

 

5. QUAL INÍCIO DE VIGÊNCIA DO PLANO?
O início da vigência do plano ocorre a partir da data da contratação, 24 horas após a adesão você já poderá utilizar para emergência / urgência.

6. QUAIS SÃO OS MEIOS DE PAGAMENTOS DISPONÍVEIS?
O meio de pagamento é o cartão de crédito e boleto bancário.

7.QUAL O HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO NA UNIODONTO AMAPÁ?
De Segunda à Quinta de 8h às 18h e às sextas das 8h às 17h. 

8.NÃO RECEBI MEU BOLETO. COMO DEVO PROCEDER?
Se não receber seu boleto até 02 (dois) dias antes do vencimento, retire-o pelo nosso site na opção 2ª via de boleto ou entre em contato nos telefones 3222-3237, 3222-0125, 3222-3247.

9.O QUE É NECESSÁRIO PARA RETIRAR A 2ª VIA DO BOLETO?
Entre no site www.uniodontoap.com.br - acesse o ícone Beneficiários, 2ª via de boleto. É necessário o Nº da carteirinha e CPF do titular do plano.

10.EM QUAIS LOCAIS POSSO EFETUAR O PAGAMENTO?
O pagamento pode ser efetuado em redes bancária autorizadas, ou correspondentes bancários (rede de farmácias ou lotéricas), até a data do vencimento.

11.MEUS BOLETOS NÃO CHEGAM EM MINHA RESIDÊNCIA. O QUE DEVO FAZER?
Retirar a 2ª via na internet, e entrar em contato com a central de atendimento pelos telefones:3222-3237, 3222-0125, 3222-3247, para verificar se o endereço esta correto e atualizado.

 

Rua. Dr Marcelo Cândia, 925 - Santa Rita - Macapá/AP | Telefone: (96) 3222-3237, 3222-3247 e 3222-0125 | OUVIDORIA (96) 3118 5335.

Funcionamento de segunda-feira a quinta-feira 08:00-18:00, sexta-feira de 08:00 as 17:00.

 

História

A cooperativa odontológica Uniodonto Amapá foi fundada no dia 23 de setembro de 1997, durante assembleia realizada no auditório do CRO (Conselho Regional de Odontologia), em Macapá. No encontro, os presentes discutiram a aprovação do Estatuto, eleição da diretoria e pedidos de filiação à Federação das Uniodontos das Regiões Norte-Nordeste do Brasil.

Visão

Ser a melhor Rede Odontológica do Estado do Amapá, a partir, da aliança entre conhecimento, tecnologia e humanização.

Valores

Ética, Transparência, Qualificação Profissional e Valorização do Cirurgião Dentista e Colaboradores.

Missão

Promover a saúde bucal de qualidade com base no cooperativismo.