Blog
Itens filtrados por data: Dezembro 2017 - Portal Uniodonto Amapá - Planos odontológicos
 
Relaxar é tudo de bom. Além de ativar um monte de músculos do nosso corpo, a prática do relaxamento traz clareza mental, ampliação da memória, equilíbrio emocional e melhora o humor e a autoestima. Bom demais, né? Mas fora todos esses benefícios, alongar e relaxar pode fazer um bem danado para quem sofre de problemas como a DTM, disfunção que afeta os músculos temporomandibulares (ATM), problema que pode afetar a saúde bucal.
É muito importante visitar o seu amigo dentista para saber as causas do problema e o melhor tratamento. Mas, pra adiantar sua vida e aliviar os incômodos e dores, confira algumas dicas bem simples de alongamentos para fazer em qualquer lugar.
1- ABRE E FECHA
Para quem sofre essa disfunção, às vezes, fica complicado realizar os movimentos de abrir e fechar a boca, mas com um pouco de paciência e devagar, você consegue relaxar e alongar a mandíbula. Veja só:
- Sente-se numa cadeira com encosto para manter a postura ereta;
- Coloque a língua no céu da boca;
 - Em seguida, tente abrir a boca com a língua ainda na mesma posição;
- Enquanto isso respire lentamente por alguns segundos e expire aos poucos;
- Feche a boca e, se não sentir dor, repita o exercício umas 10 vezes. Fácil, né?
2- MASSAGEM
Ganhar uma massagem naqueles dias estressantes é maravilhoso. Mas que tal fazer esse mimo em você mesmo? É bem fácil.
- Massageie toda a área do maxilar onde há dor com as pontas dos dedos em movimentos circulares;
- Belisque suavemente a região com o dedo indicador e o polegar para soltar a pele do músculo por diversas vezes;
- Novamente, com a ajuda das mãos, alongue sua mandíbula para baixo, abrindo lentamente a boca para cada um dos lados.
3- PONHA AS BOCHECHAS PARA TRABALHAR
Esses músculos fofos que existem em cada lado do seu rosto não foram feitos apenas para serem apertados ou beijados. Além de ser um grande auxiliar na mastigação e na fala, a bochecha é bem útil para relaxar outras musculaturas e ossos da face. Um exercício muito bom é encher as bochechas e movimentar o ar dentro da boca de um lado para o outro. Faça isso, pelo menos, umas 10 vezes e irá sentir o maxilar mais solto e leve, sem falar que faz um bem danado para a saúde da pele promovendo elasticidade.
4- FALE EM CÂMERA LENTA
Além de ser um hábito natural, falar movimenta mais de 70 músculos do nosso rosto e é um ótimo exercício para alongar e relaxar o maxilar. Fale de forma arrastada, como se fosse uma cena de um filme em câmera lenta. Assim, você sentirá menos dores na mandíbula.
5- BOCEJE À VONTADE
Além de ajudar a oxigenar o cérebro e melhorar a atenção, bocejar também é um bom alongamento. Por isso, quando surgir a vontade faça com vontade e sem medo.
FIQUE ATENTO!
Se as técnicas não resolverem o problema, exitem alguns medicamentos que podem ajudar a aliviar as dores da disfunção temporomandibular, como analgésicos, relaxantes musculares e sedativos. Não esqueça que a maioria desses remédios precisa de receitas médicas, por isso, procure ajuda de um profissional.
Há, ainda, a opção das terapias que incluem fisioterapia nos músculos do maxilar e terapia psicológica para pessoas que têm a DTM por fatores emocionais, como estresse. Em último caso, a solução é partir para cirurgia e procedimentos feitos somente por um profissional. O importante é não deixar a disfunção chegar a este ponto e tratar do problema de uma maneira mais confortável para você.
Fonte: Sorrisologia
Publicado em Destaque
Sábado, 23 Dezembro 2017 14:58

Mensagem

Caros Cooperados,

Estamos encerrando o ano de 2017 com o sentimento de plena realização por termos chegado à marca de 20 (vinte) anos de Uniodonto Amapá. Aliada a isso, a nossa Cooperativa caminha de forma sustentável graças ao trabalho de todos nós.

Retornamos a obra do 3º piso da sede, com previsão de entrega até o dia 31/12/2017. Essa retomada era necessária face ao termo de ajuste de conduta assinado em 2016 para a liberação parcial da obra e finalizarmos a prestação de contas junto ao BASA. Além de termos conseguido junto à Prefeitura de Macapá, a revisão dos valores provisionados para ISSQN com base no ato não cooperado.

A diretoria da Uniodonto Amapá deseja a todos os seus cooperados, colaboradores, beneficiários, fornecedores e parceiros um Natal maravilhoso e o ano que se inicia repleto de prosperidade e que 2018 nos traga oportunidades e capacidade de mais realizações.

ANA VALÉRIA DOS SANTOS SILVA
PRESIDENTE DA UNIDONTO AMAPÁ

Publicado em Destaque
Segunda, 18 Dezembro 2017 14:51

RECESSO UNIODONTO AMAPÁ

Publicado em Destaque

A grande preocupação em saúde bucal da maioria das pessoas está ligada à estética de seu sorriso. De fato, ficar sem um ou mais dentes na boca está fora de cogitação. Entretanto, existem casos em que uma extração de dente é inevitável - sempre lembrando que somente um dentista pode determinar a realização de uma extração dentária. Por ser tratar de um procedimento cirúrgico, será que existe algum risco devido à idade do paciente?

Em alguns casos, é necessário que o paciente tenha que recorrer a uma extração de dente. Mas antes dessa decisão, o dentista vai analisar o quadro, histórico médico e radiografias, afinal, a prioridade é sempre manter o elemento dentário. Se o dentista chegou à conclusão de que a extração é a única saída, fique tranquilo, pois ele sabe o que está dizendo e fazendo.
Primeiramente, vale ressaltar que o procedimento deve ser realizado por um profissional da área. Isto traz maior segurança ao paciente, entendendo que aquela foi a melhor solução encontrada e será orientado a como encaminhar com o tratamento. A finalidade da extração, de modo geral, é restabelecer a harmonia oclusal. Dessa maneira, a retirada do dente contribui para a saúde bucal, como por exemplo para a organização de uma mordida correta e uma adequada dimensão vertical.

A EXTRAÇÃO PODE SER FEITA EM QUALQUER IDADE?
Nos casos de extração dental, a idade não é um fator de risco. Isto é, quadros de doenças sistêmicas e medicamentos podem influenciar o momento da cirurgia. Elas podem ser apresentadas por pacientes de qualquer idade, e cada um demandará uma tipo de controle e maneira de conduzir o procedimento indicado. A saúde e imunidade são grandes aliados para um melhor pós-operatório.
Fonte: Sorrisologia
Imagem: Shutterstock

Publicado em Destaque
Quinta, 07 Dezembro 2017 15:16

AVISO DE FERIADO

Publicado em Destaque

Localização

Rua. Dr Marcelo Cândia, 925 - Santa Rita - Macapá/AP | Telefone: (96) 3222-3237, 3222-3247 e 3222-0125.

Funcionamento de segunda-feira a quinta-feira 08:00-18:00, sexta-feira de 08:00 as 17:00.

 

História

A cooperativa odontológica Uniodonto Amapá foi fundada no dia 23 de setembro de 1997, durante assembleia realizada no auditório do CRO (Conselho Regional de Odontologia), em Macapá. No encontro, os presentes discutiram a aprovação do Estatuto, eleição da diretoria e pedidos de filiação à Federação das Uniodontos das Regiões Norte-Nordeste do Brasil.

Visão

Acreditamos na saúde bucal como qualidade de vida e satisfação do nosso cliente.